Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Nu descontexto

Neste tão vasto espaço recomeço as minhas histórias, as imagens e mensagens que passam por mim. Desejo partilhar este blog com quem quiser dispensar um pouco do seu tempo para amar comigo tudo.

Nu descontexto

Neste tão vasto espaço recomeço as minhas histórias, as imagens e mensagens que passam por mim. Desejo partilhar este blog com quem quiser dispensar um pouco do seu tempo para amar comigo tudo.

És o meu lar

O cliché "borboletas na barriga" aplica-se na perfeição... Causas-me cócegas estranhas no estômago... A ânsia de estar contigo é sempre tanta que não como, não durmo, só rezo para que aquelas horas, minutos, passem a correr e me levem ate ti. Parece que te conheci ontem e já se passaram tantos anos. Tanta amizade, imenso afeto que deu nisto, um poço sem fundo de amor. Quero-te aqui, quero-te comigo sempre. Não suporto a conceção de te perder. Quero treinar a valsa contigo e jurar cuidar de ti pela minha vida afora... És tão grande quanto a tua imensidão como homem. Enches-me os dias de orgulho, admiração, respeito, felicidade. Partilhar o mundo contigo é uma dadiva que eu tento todos os dias merecer. Mas como e difícil acompanhar-te! Como os teus passos são ágeis e ecoam pelos dias. Corro para te apanhar, mas nunca para viver á tua grande sombra. Estou sempre ao teu lado. Passo a passo contigo. E se soubesses como fazes os meus dias parecerem guloseimas, que me deliciam uma a uma, rapidamente. Com uma ancia desmedida. Não te escrevo para que te envergonhes, meu amor, antes para demonstrar a minha pura e imensa admiração por ti. Pelo que és e por tudo o que somos juntos. És o meu lar.

image.jpg